Vendo a comadre dando de quatro pro pastor

Faz tempo que não postos mais contos, então vamos ao que interessa, o que passa a narrar aconteceu dos meses atrás estava de férias e resolvi viajar para o nordeste como sempre faço todo ano mesmo porque tenho muito familiares e afilhados ao chegar liguei para meu compadre avisando que tinha chegado na cidade, ele ficou contente mais me disse que essa semana estaria trabalhando na mina de ouro, mais minha comadre estaria em casa mesmo, por que ela virou evangélica,minha comadre não tinha boa fama antes de se casar, segundo rumores era uma putinha deste pequena fugia para dá para os coroas da roça até que deu para meu compadre e engravidou, e foi morar com ele com 16 anos irei descrever ela branquinha peitos grandes um rabo maravilhoso mais o que chama a atenção e o tamanho da buceta dela quando coloca shorts jeans o volume repartido no meio tenho um pouco de intimidade com eles de chegar sem bater na porta, essas coisas então fui visitar meu a filha do estranhei ao chegar na casa pois e um pouco afastada, quando cheguei a porta e a janela da frente fechada dei a volta e comecei escuta uns barulho quando cheguei mais perto alguns gemidos , quando olhei pela janela da cozinha me assustei e não estava acreditando no que vi, minha comadre estava amarrada na mesa da cozinha nela estava de quatro as pernas amarrada no pé da mesa de mármore os braços esticados amarradas com cordas de sinzal e vendada, a alças caída com os seios expostos na mesa seu vestido levantado e a calcinha arriada em uma das pernas, com um homem socando a rola nela sem dó minha comadre rebolava gemia pedia mais e mais ele segurava na cintura dela e socava dava tapas na bunda gostosa da minha comadre ela gemia falava besteira até que gozou e ficou jogada na mesa o homem n demou muito e gozou só aí percebe que ele estava sem camisinha e gozou dentro dela, quando tirou a rola deu um tapinha na bunda da comadre arrancando suspiro eles diz pra ela que vai tomar um banho ela pede pra ele soltar mais ele disse que puta tem que ficar amarrada e saiu, aproveite e pude ver o tamanho daquela buceta carnuda e lisinha não aguentei coloquei minha rola e coloquei dentro daquela buceta gozada foi aí que ela disse já passou tomou banho rápido nem responde nada continuei metendo ela gemia muito aproveitei e coloquei o dedão naquele cuzinho rosa ela, ficou toda mole nem reclamou pelo contrário rebolava, gemia aproveitei tirei daquela buceta e enfiei sem dó nele rabinho ela gemia pediu mais e mais vai pastor come seu rabinho, vai pastor soca mais come sua ovelhinha vai que vou gozar, ela gozou eu tirei do seu cuzinho e gozei dentro daquela buceta gostosa gozei e sair deixei ela com a porra toda escorrendo, depois de alguns tempo o pastor saiu todo d

Add a Comment